sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Mulher Nordestina



Ô mulher Nordestina,
Tu tens cheiro de natureza,
Não se trata de roupa curta,
Te falo é dessa vida que tu levas!
Da lagoa que te banhas,
Dessa roupa que tu lavas,
E a cachaça que tu tomas?
O vestido que o vento leva,
Que por sorte tua mão ampara,
Sem falar desse sorriso que tu espalhas,
Aaa...esses teus olhos que devoram,
Teu modo de dançar,
É de arrepiar.
Pobres...felizes...homens,
Que mergulham em teus encantos,
Já dizia minha sábia mãe ,
Com a natureza homem nenhum pode,
Minha nobre nordestina,
És como um tsunami em nossas vidas.
Pobres...felizes...homens,
Até tentamos nos proteger,
Mas esse teu cheiro de natureza,
Sempre nos faz enternecer.
Poema: Daniel Vidigal(http://buscainternapaz.blogspot.com.br/)
Foto:  Emerson Silva Araújo (http://davincigallery.net/art/t-9937)

12 comentários:

  1. Olá Daniel! Você já escreveu algum livro? Já participou de algum concurso literário? Você escreve muito bem...

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelos elogios Raquel. Tudo o que escrevo posto aqui e no Facebook. Até hoje não. O primeiro meio para publicar um livro que fiquei ciente foi através de seu blog. E também não tenho uma boa ideia. Obrigado mesmo,

    ResponderExcluir
  3. Pobres felizes homens. Tens toda a razão nessa descrição. O encanto feminino inebria e envolve completamente todos os sentidos. Viajei nessa descrição. Parabéns pelo texto

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela visita Paulo, bem contente em te ver por aqui. Completamente de acordo com seu comentário. Rs Abraço

    ResponderExcluir
  5. Que expressivo poema...
    (Sinto orgulho por ser desta terra: nordeste.)
    Mais uma vez, te parabenizo por palavras tão simples e tão belas
    que enfoca o ser feminino como algo de tamanha beleza e encanto natural!
    beijos
    MIRTHY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jessica. Sem palavras, pouco a comentar sobre seus elogios rs.

      Beijos

      Excluir
  6. Dani, Está virando poeta mesmo esse meu filho? Bonita poesia, simples, mas ao mesmo tempo forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado mãe. Bom ouvir isso de vc que escreve bem. beijos

      Excluir
  7. Maravilhoso! Bravo Daniel. Amo tua escrita. Minhas saudações.

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigado. Com leitores assim da gosto escrever.

    ResponderExcluir
  9. Ô Daniel, nobres... Felizes... Leitores, que mergulham em teus contos e poemas rsrss
    Só me resta apreciar esse lindo poema.

    ResponderExcluir