sexta-feira, 12 de abril de 2013

Vamos dar um beijo de novela?


Meu primeiro amor,
Emergiu aos cinco anos,
Víamos Lua,
Noite,
Brinquedos,
Pega-Pega,
E pique esconde,
Sempre,
Em qualquer lugar,
Ando a procura,
De antigas sensações,
Um amor puro e gostoso,
.....
Depois de 20 anos,
Em fim nos encontramos,
Respeitoso momento,
Procurei em seus olhos,
A criança inocente,
Mas que pena,
Pois percebi,
Que hoje somos tão diferentes.  
Talvez sim,
Talvez não?
Pois sonhos plantados,
Nunca morrem e saem,
Do coração.   


Escrito por Daniel Vidigal

5 comentários:

  1. Essas coisas não se esquecem... São momentos mágicos que nunca perdem o encanto, nós que perdemos a capacidade de sentir o prazer nas coisas simples. E muitas vezes não nos permitimos demonstrá-las pra não ser visto como imaturos. Mas sem sombra de dúvidas, estes momentos estão guardados dentro do coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade...o mundo nos faz vestir armaduras...e nos esquecemos de coisas tão espaciais...abraço

      Excluir
  2. Como se esquecer de uma sensação assim, vivemos a cada momento procurando um amor puro e quando encontramos e reconhecemos somos o melhor que podemos ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. difícil manter a espotaneidade de uma criança depois de adulto...beijos

      Excluir